quarta-feira, 24 de abril de 2013

Jardim Botânico - RJ

Foto do Milton Ostetto
   Aclimatar as especiarias vindas das Índias Orientais: foi com este objetivo que, em 13 de junho de 1808, foi criado o Jardim de Aclimação por D. João, Príncipe Regente na época, e mais tarde d. João VI.
   Com a ameaça da invasão das tropas de Napoleão Bonaparte em Portugal, a nobreza portuguesa mudou-se para o Brasil e instalou a sede do governo no Rio de Janeiro.
   Encantado com a exuberância da natureza do lugar, aí D. João instalou o Jardim, que em 11 de outubro do mesmo ano, passou a Real Horto.
   Aberto à visitação pública após 1822, o Jardim teve visitantes ilustres como Einstein e a Rainha Elisabeth II.

   O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico está localizado na zona sul do Rio de Janeiro e é uma das mais belas e bem preservadas áreas verdes da cidade, exemplo da diversidade da flora brasileira e estrangeira. Nele podem ser observadas cerca de 6 500 espécies (algumas ameaçadas de extinção), distribuídas por uma área de 54 hectares, ao ar livre e em estufas.
   A instituição abriga, ainda, monumentos de valor histórico, artístico e arqueológico e a mais completa biblioteca do país especializada em botânica, com mais de 32 000 volumes. (Fonte site do Jardim Botanico e Wikipédia)

Um comentário:

Anônimo disse...

muito lindo isso, canguita